30 de mar de 2011

FAETEC ABRIRÁ TRÊS MIL VAGAS PARA CURSOS TÉCNICOS

Cerca de três mil vagas de ensino serão abertas pela Fundação de Apoio à Escola Técnica do Estado (Faetec) até o final do ano de 2011. O anúncio foi feito pelo presidente da instituição, Celso Pansera, durante audiência pública na Comissão de Educação da Assembleia Legislativa do Rio (Alerj), nesta quarta-feira (30/03). Ele também informou que novos professores serão chamados para compor o quadro da escola. Segundo o presidente do colegiado, deputado Comte Bittencourt (PPS), a instituição avançou, mas ainda precisa resolver algumas questões. “Alguns avanços aconteceram, como a realização do concurso público. O estado está chamando quase mil novos professores, mas ainda vai manter quase três mil em contratos temporários. O estatutário faz uma opção por aquela atividade e para a educação isso é muito importante”, declarou.

Pansera revelou que a Faetec atende hoje 330 mil alunos, que se dividem entre as escolas de ensino técnico, fundamental, institutos superiores de educação e tecnólogos, além dos centros de Educação Tecnológica Profissionalizante (Cetep) e Vocacionais Tecnológicos (CVTs) responsáveis pelos cursos de capacitação de curta duração. Ele falou ainda das reivindicações dos servidores, como o pagamento de vale-transporte. “Nossa opção foi entregar o Rio Card. Eu expliquei ao sindicato que é a melhor solução, pois quando tivermos aumento o benefício será reajustado automaticamente. O funcionário não terá perda em hipótese nenhuma”, garantiu Pansera, acrescentando ainda que três novas escolas técnicas serão inauguradas este ano e que das três mil vagas abertas, mil serão para a Educação de Jovens e Adultos (EJA).

Vice-presidente da comissão, a deputada Andreia Busatto (PDT) questionou os critérios estabelecidos para a escolha dos locais onde serão instaladas as novas unidades. “A região de Itaguaí e Seropédica, na Região Metropolitana, está carente, precisando da instalação de escolas de ensino técnico”, cobrou a parlamentar, tendo sua fala endossada pela deputada Lucinha (PSDB) que também quer unidades da Faetec na Zona Oeste. Coordenador-geral do Sindicato dos Profissionais da Educação da Faetec, Marcelo Costa reclamou da demora do governo para conceder o vale-transporte aos servidores. “Já se passaram oito anos desde que adquirimos este direito”, protestou. Na audiência estavam presentes os deputados Claise Maria Zito (PSDB), Clarissa Garotinho (PR), Robson Leite (PT), Jânio Mendes (PDT) e Gustavo Tutuca (PSB).
 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

DesinArtes, minha loja VIRTUAL! Confira!