29 de nov de 2010

Militares ficam no Alemão até UPP chegar, diz Cabral

O governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral (PMDB), anunciou nesta segunda-feira (29) que a instalação da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) do Complexo do Alemão deve levar de seis a sete meses, de acordo com o cronograma de concursos para seleção de novos policiais militares. Segundo Cabral, a comunidade será, durante este período, ocupada por forças policiais regulares e por soldados do Exército, com o apoio de veículos blindados da Marinha.
Cabral explicou que a Secretaria de Segurança do Rio ainda está negociando com o Ministério da Defesa para estabelecer previsões legais que permitam a permanência das tropas no complexo. O conjunto de favelas do Alemão foi ocupado no domingo (28) por mais de 1.200 homens das polícias militar, civil e federal e por integrantes das Forças Armadas numa ação que desmobilizou o quartel general da principal facção criminosa do Rio de Janeiro.
A presidente eleita, Dilma Rousseff (PT), deve se encontrar na terça-feira (30) com Cabral para conversar sobre a operação contra o narcotráfico na capital fluminense. Dilma acompanha as operações conjuntas no Rio e achou positivo o saldo das ações no Complexo do Alemão. De acordo com a assessoria da presidente eleita, Dilma já conversou com Cabral sobre a operação policial no Rio duas vezes por telefone.

0 Carinho de amigos(as):

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

DesinArtes, minha loja VIRTUAL! Confira!