22 de mar de 2011

Adote acupuntura, pilates e RPG para combater a dor nas costas

 Se você já tentou de tudo para acabar com a dor nas costas - inclusive trocar o colchão, o travesseiro e a cadeira do trabalho - mas continua sofrendo, que tal adotar um dos três tratamentos para eliminar o problema? Compare as opções e selecione a melhor para você:

Acupuntura
Dor nas costas, para a medicina oriental, significa que há uma grande concentração de energia naquele local. Ou, no extremo oposto, falta de energia. Por isto, durante a aplicação da acupuntura, o que acontece é um equilíbrio. "É preciso identificar como isso funciona no corpo do paciente e, através da aplicação das agulhas, fazer com que a energia flua para aquele lugar ou saia dele", explica André Mattos, professor da Clínica Escola Adjon, de São Paulo.

A energia à qual a medicina oriental se refere é a fluidez do sangue, da linfa, que, parada, pode provocar pontos de inflamação. Já na explicação ocidental, ao pressionar certos pontos do corpo, ele produz uma substância chamada endorfina, que gera relaxamento e faz com que as inflamações diminuam. Daí o valor de analgesia de uma sessão de acupuntura. Essa terapia é indicada para diferentes casos: de lombalgia simples até hérnia de disco. São necessárias de uma a cinco sessões para o alívio de dores agudas. Para processos crônicos, o mínimo são dez sessões.

Pilates
Criado pelo alemão Joseph H. Pilates, em 1920, a técnica trabalha o corpo de forma total e tem como objetivo flexibilizar e fortalecer músculos e articulações. O pilates une movimentos no solo e em aparelhos específicos. "Estes exercícios tratam escoliose, lombalgia, hiperlordose, hérnia de disco e espondilolistese", afirma a fisioterapeuta e instrutora de pilates Fabiana Freitas, do Equilibrium Pilates.

"O pilates promove interação entre os músculos e os tecidos despertando a musculatura

RPG (Reeducação Postural Global)
É um método da fisioterapia que visa tratar problemas como a dor nas costas através da reprogramação da postura. Para descobrir os eventuais desvios de postura é feita uma avaliação do paciente (parado e andando). "Observamos a região da dor, o apoio dos pés no chão, etc. O local da dor não é necessariamente onde está a causa do problema. Muitas vezes a contração ali é conseqüência de compensação muscular", afirma a fisioterapeuta, especializada em RPG, Lara de Marchi, da Fitotraining.
profunda que nos faz sustentar melhor o corpo contra a gravidade e, com isso, diminuir a compressão na coluna", diz Alice Becker Denovaro, educadora da Physio Pilates-Polestar, em São Paulo. Na fase de dor, normalmente, são recomendadas aulas de 50 a 60 minutos, duas vezes por semana. Com a melhora, é possível passar para outros estágios do método.
A intenção do tratamento é alongar as regiões tensas e aumentar o tônus muscular onde há deficiência. "No caso de dores nas costas, o RPG ajuda a corrigir os desvios posturais que levam àquela dor e registra uma nova sensação e padrão postural", enfatiza Lara.

Segundo a especialista, a diferença do método com outras técnicas de manipulação é que o RPG trabalha com o tônus postural e a estrutura geral do corpo, que é ligado ao Sistema Nervoso Central (cérebro), ou seja, a mudança não acontece apenas na parte física, mas também na parte do cérebro que registra o corpo e os movimentos corporais. O número de sessões de RPG podem variar e cada caso deve ser analisado isoladamente, porém, o tratamento, normalmente, é feito uma vez por semana.
Por Luciana Fuoco
MdeMulher
 

0 Carinho de amigos(as):

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

DesinArtes, minha loja VIRTUAL! Confira!