21 de ago de 2011

Ferlagos e Governo do Estado anunciam novo convênio

Parceria foi comemorada durante o lançamento do I Workshop de Orientação Vocacional do Estado, no auditório da Ferlagos
 





A Ferlagos (Fundação Educacional da Região dos Lagos) e o Governo do Estado do Rio de Janeiro acabam de fechar um novo convênio que vai beneficiar, diretamente, alunos dos cursos de licenciatura da faculdade, além de professores e alunos da rede estadual da Região dos Lagos. O anúncio foi feito esta semana, durante o lançamento do I Workshop de Orientação Vocacional / Profissional da Secretaria de Estado de Educação (Seeduc), que aconteceu na Ferlagos.
- Isso tudo nasceu durante um encontro que eu tive com a professora Isabel Cristina Vieira (pesquisadora institucional da Ferlagos). Através dessa parceria, as escolas da rede estadual poderão utilizar o espaço do auditório da Ferlagos para eventos, palestras e mesas de debate, e os estudantes da Ferlagos ficam habilitados para estagiar nas escolas da rede estadual. E como este nosso encontro de hoje é sobre orientação vocacional, cabe lembrar que o estágio é uma das formas que o aluno tem para ter certeza se está mesmo no caminho profissional correto – comentou Graça Santos coordenadora estadual do Ensino Médio, lembrando ainda que, deste mesmo encontro, surgiu o convite para que a Ferlagos sediasse o I Workshop de Orientação Vocacional / Profissional do Governo do Estado, ocasião em que ela palestrou sobre o assunto para um público de cerca de 100 alunos, professores e diretores da rede estadual de Cabo Frio, São Pedro da Aldeia, Búzios, Arraial do Cabo, Iguaba Grande e Araruama.
Durante o workshop, Graça falou sobre a importância da orientação vocacional não apenas para o sucesso profissional, mas também pessoal e familiar: “Nossa primeira grande escolha não somos nós quem fazemos, são nossos pais que fazem por nós, que é a escolha do nosso nome, e que vamos levar pelo resto da nossa vida. E a partir daí começam a surgir várias situações onde cabe a nós a decisão. E a escolha da profissão talvez seja uma das mais difíceis porque não é uma escolha qualquer: é a escolha do estilo de vida que você quer ter. E uma escolha mal feita reflete no trabalho, na saúde, na família”.
A solenidade também contou com a participação do diretor regional de pedagogia da Região das Baixadas Litorâneas, professor Luciano Santana, que lembrou que é comum a dúvida na hora de escolher que profissão seguir. “Na minha época, também fiquei em dúvida na hora de escolher minha graduação. E, mesmo quem já decidiu pela educação, e fez o curso de formação de professores, ainda não está livre dessa dúvida: ela pode aparecer mais na frente, na hora de escolher a licenciatura”. O subsecretário de Gestão Escolar da Secretaria de Estado de Educação (Seeduc), Antônio Neto, aproveitou a ocasião para anunciar algumas metas para a educação estadual como a criação do cargo de orientadora vocacional, a formação continuada.
- Através da orientação vocacional a gente tem a oportunidade de aprender junto com o aluno. Por isso, está tramitando na Assembleia Legislativa um projeto para a criação deste novo cargo na rede estadual. Mas temos, também, uma outra meta: a criação do currículo escolar integrado. Por isso já estamos agendando uma nova visita à Ferlagos, para saber como eles trabalham isso junto aos alunos do CAp, de forma que possamos aplicar na rede estadual as boas ideias implantadas por aqui.
Ao final do workshop, os alunos da rede estadual participaram de uma visita guiada aos laboratórios técnicos da Ferlagos. Também participaram do evento a diretora administrativa da Região das Baixadas Litorâneas, professora Fernanda Cavalcanti; a diretora do Colégio de Aplicação Professor Renato Azevedo, Maria Auxiliadora Florentino e a assessora do subsecretário, professora Patrícia Tinoco, ex-aluna da Ferlagos nos cursos de Português e Matemática.

Currículo integrado como substituição à “decoreba”

Desde 2004 o currículo integrado faz parte da grade educacional do Colégio de Aplicação Professor Renato Azevedo, na Ferlagos. Segundo a diretora Maria Auxiliadora Florentino, este novo formato de ensino acaba com a antiga “decoreba”, um tormento na vida dos estudantes, principalmente diante do nervosismo de uma prova.
- No currículo integrado a gente não trabalha por disciplina, mas por conhecimento. A gente trabalha por projetos, pegando um fato atual e estudando todas as suas causas e consequências. E, a partir daí, estuda-se todas as matérias de uma forma mais leve, mais contextualizada, e com isso o aluno não precisa ficar decorando nada. Ele aprende sem perceber, e leva esse ensino com ele para o resto da vida, porque ele não decorou, ele entendeu e aprendeu – explicou Auxiliadora. “Será um prazer recebermos a equipe do Governo do Estado para mostrar a eles como fazemos isso por aqui” – concluiu.




Cristiane Zotich
| Assessora de Comunicação
(22) 9211-9030 | (22) 9946-0920 |
ID: 88*24936

Nosso site: www.ferlagos.br
Nosso Twitter: @ferlagosbr

Nosso Facebook: Fundação Ferlagos
Nosso blog:
http://informeferlagos.blogspot.com

0 Carinho de amigos(as):

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

DesinArtes, minha loja VIRTUAL! Confira!