3 de jun de 2011

Casa de Convivência é inaugurada em Araruama

Emoção. Esse foi o sentimento que marcou a inauguração da Casa de Convivência Rosiane de Campos Siqueira Moura, na manhã de hoje, na Praça da Bandeira, (Educandário). Cerca de 300 pessoas, entre elas as crianças da Casa, se emocionaram ao saber que a partir deste momento, Araruama tem um local digno para cuidar daqueles que precisam.





- Este é um lugar muito importante para todos nós, pois teremos uma Casa preparada para amparar nossas crianças e jovens. O Educandário é um espaço que precisa de mais atenção, por isso vamos transformá-lo na Cidade da Criança. Aqui já temos a Escola João Vasconcelos, temos agora a Casa de Convivência e vamos receber a Praça do PAC, que conta com cinema, teatro, enfim, uma área de lazer, realmente - afirmou o prefeito André Mônica.





A secretária Municipal de Política Social, Trabalho e Habitação, Paula Pêgas, bastante emocionada, falou de sua felicidade em poder fazer parte dessa conquista. “Esse é um espaço que vai fazer virar realidade o sonho de muitos que vão passar por aqui. Quero agradecer pelo trabalho de cada um envolvido nesse projeto e, em especial, a uma pessoa que exerce um papel de exemplo e esperança nessa luta social: o nosso querido Luiz Carlos, diretor desta Casa. Ele é um exemplo vivo de que, apesar das dificuldades da vida, o que realmente vale é não desistir, não deixar de acreditar”, disse.





O diretor Luiz Carlos dos Santos afirmou já ter passado, também, por uma Casa de Convivência, e que “no primeiro momento parece impossível buscar a felicidade quando se está do lado de fora, longe da família, mas na verdade, não é”, e lembrou que estará sempre lutando para que o sonho de todas essas crianças seja realizado.





O defensor Público do Município, Marcelo Leão, teve cuidado quando solicitou à população que tomassem cuidado com as crianças. “Talvez vocês nem precisem contribuir para sua formação, mas, por favor, não destruam os sonhos delas, pois é disso que precisam. E não existe nada mais triste do que uma criança sem sonhos”.





A Casa de Convivência Rosiane de Campos Siqueira Moura foi uma homenagem à esposa (in memorian) do pastor Ezenildo Santos Moura e mãe do vice prefeito Anderson Moura, que, em seu discurso, emocionado, lembrou que a mãe “foi um exemplo de mulher, amiga e sonhadora e que a maior homenagem é dela, pela história que escreveu”.









O que é uma casa de Convivência?



A Casa de Convivência recebe crianças na faixa etária de 12 a 17 anos que tenham cometido pequenos delitos, fugido de casa e que necessitem de amparo tendo, por objetivo maior, a reintegração junto às suas famílias.





O local dispõe de uma equipe técnica comprometida com as questões sociais, com uma assistente social, uma psicóloga e um diretor, além de contar com dois cozinheiros, duas assistente de serviços gerais, seis educadores / monitores, uma diarista, um motorista e um Guarda Municipal.





A Casa conta com acesso individual, dois quartos grandes masculinos e dois femininos, dois banheiros próximos aos quartos, além de um banheiro com cinco vasos sanitários e chuveiros, dois banheiros para cadeirantes, uma sala grande para TV e leitura, um refeitório, sala para administração, sala para assistente social, sala para psicóloga, sala para reunião de família, banheiros para atender a parte técnica, além da obra de reforma e remodelação, que contou com parte elétrica, hidráulica e esgoto sanitário. No total, é uma área construída de 917,62 m².

0 Carinho de amigos(as):

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

DesinArtes, minha loja VIRTUAL! Confira!